domingo, 16 de novembro de 2008

Quem disse que era fácil comprar um pijama?

No meio de um fim de semana relâmpago, uma vez que hoje, domingo, já estou de serviço, de volta à minha "escolinha", decidi ir comprar um pijama novo que já me fazia falta. Claro que tinha imenso que fazer, entre lavar as toalhas, passar as t-shirts, fazer o trabalho de inglês ou estudar para direito, ou, mais importante e apetecível ainda, aproveitar o pouco tempo com o meu querido de formas mais interessantes... mas precisava de um pijama!! E lá fui eu a arranjar desculpas pelo caminho para reduzir a minha dissonância cognitiva pelo "dever das coisas importantes": "Aproveitamos para espairecer... vamos dando uma vista de olhos nas prendas para o Natal... faz bem sair de casa!" Enfim, até teria sido assim se a compra tivesse sido rápida e fácil, mas não foi o caso!


Ora bem, decidi que na minha próxima vida vou ser estilista e desenhar pijamas, roupa interior e afins! Na verdade não existe muita escolha para além da Women' Secret e da Oysho, a um preço que não tenha efeitos oftalmológicos, isto é, que não custe os olhos da cara ou nos ponha os olhos em bico!! Ehehe


É que no fundo das minhas gavetas cerebrais algo desarrumadas, naquelas mais recônditas e criativas, eu consigo imaginar modelitos de pijamas lindos, sensuais e confortáveis, a um preço jeitoso. E ainda são alguns, os modelos que desfilam na passerelle da minha imaginação, porque não consigo gostar de mais de 30% das opções que estas lojas oferecem! Ou são desconfortáveis, quentes demais, frescos demais, infantis demais ou com tantos pormenores que fico na dúvida se estou à frente de um vestido para sair à noite ou daquela roupinha que serve pra nos metermos na cama confortáveis... bem, tenho de admitir que para mim tem esse objectivo, mas também não gosto de dormir desmazelada, com as calças de fato treino à pescador e a t-shirt rota com 15 anos.

Como nunca tinha reflectido sobre isto, fiquei a conhecer-me melhor quanto ao meu gosto pelos pijamas: já passei a fase dos modelos infantis com corações e ursinhos fofinhos cor de rosinha e talvez ainda não tenha chegado à fase do cetim e renda para todos os dias. Bonecadas q.b., bastante conforto com algum estilo e feminilidade.

O resultado da procura pouco pragmática do pijama, após saltitos entre as duas lojas e alguma indecisão entre um modelo mais girly e outro mais crescidito... foi imenso tempo perdido mas um pijama engraçadito!! Não há paciência Jasmim!

5 comentários:

NI disse...

Apesar de estar na fase de comprar um pijama mais sensual do que confortável (consequência directa do pós 40 anos), consegui encontrar uns bastante confortáveis e acessíveis.

:-)

Bjs

mik@ disse...

ola :)
como eu te compreendo. eu descobri uns pijamas mm giros numa loja e eram o que eu queria (pronto 25 euros uma vez na vida nao mata ninguem). Mas.... os numeros so havia ate ao 16anos e a partir do 38.
o 16 ficava-me curto e o outro sobrava muito pano, vim embora da loja mesmo triste :(

Sadeek disse...

Cada vez mais me convenço...o "gajedo" é complicado mesmo... :S

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

O pensador disse...

Já por vias disso, é que eu gosto sempre de dormir completamente nu.
Se fosse por mim, as fábricas de pijamas iam todas á falência!...hehehe

:-)

Carol Barcellos disse...

Menina, eu sou tão eclética em termos de roupas pra dormir. Não estou na fase de pijamas sensuais, pq sou solteira, então ninguém vai ver mesmo. Mas gosto de tudo, dos pijaminhas fofinhos de ursinhos, dos mais confortáveis desde que não sejam estilo 3ª idade. Mas o principal pra mim é o conforto. Aqui pertinho de casa, tem umas 3 lojas com muita variedade. Os preços variam, mas a gente consegue achar o q quer por bons preços. Venha fazer uma visita, vc vai gostar, hehehe...

Beijocas doces cristalizadas!!! ;o)