terça-feira, 4 de setembro de 2007

Ausente

Tenho andado ausente, do blog, da escrita, da realidade, de tudo. Na última semana tenho vivido momentos difíceis, angustiantes e frustrantes. O objectivo não foi alcançado, por pouco, por muito pouco. Esforcei-me, fiz o melhor que consegui na altura, mas não foi o suficiente. A história não acabou quando soube o resultado, porque alguns dos pormenores não foram totalmente transparentes e se houvesse lógica e alguma justiça, teria conseguido. Dores de quem não conseguiu o que queria? Penso que não, senão não assistiria à indignação de muitos dos que me rodeiam. Mas a história não acabou porque vi uma janela de oportunidade para continuar a lutar, para averiguar, para me informar e aconselhar. Foram dias stressantes, estes últimos. Sinto-me exausta, fisica e psicologicamente. Abriu-se uma ferida que vai levar tempo a sarar, sem dúvida, pela desilusão, pela incompreensão, pelo investimento pessoal, pelo sonho que acabou. Era impossível não pensar neste assunto por um segundo que fosse ao longo destes dias, era impossível ter fome, dormir bem ou relaxar um pouco com a escrita. Valeram-me os que me querem bem, o meu amor, a minha família, os amigos, autênticos anjos da guarda que me deram força, carinho, coragem e entusiasmo para continuar a lutar. Agora só quero sossegar, é hora de fazer o luto, voltar a estar "presente" e pensar no futuro, olhar para a vida com uma perspectiva positiva, acreditando em mim e no que sou. Se teve de ser este o caminho, que se descubra agora melhor forma de percorrê-lo...

6 comentários:

Canochinha disse...

Independentemente de não saber em concreto o que se passou contigo, só te posso dizer que, por pior que possam parecer, todas as situações trazem algo com que podemos aprender. E tenho a certeza que, com o distanciamento necessário, vais conseguir encontrar essa janela. Portanto, só te posso desejar força e ânimo ;)

Já disse que gosto da forma como escreves? É mais difícil do que parece passar para palavras aquilo que sentimos, e tu consegues fazê-lo muito bem.

amora disse...

...

Di disse...

É isso mesmo, Padrinha! E nós estamos sempre aqui para te dar força... mesmo quando também andamos um 'cadinho ausentes...

amora disse...

jasmim,
de manhã não deu tempo para explicar o meu comentário. tu própria já disseste tudo: a vida continua e há que dar a volta! por isso as reticências...
bom fim de semana!!
:)

O pensador disse...

Sobretudo não deites a toalha ao chão!

Força miúda!!!

:-)

Miss Alcor disse...

Ohhhh.
Tenho muita pena!
Estava mesmo com fé que ías conseguir! Nunca pensei que não fosse haver transparência! Pelo menos ficas com a clareza de espírito de que o problema não é teu, mas sim do sistema. Se bem que isso agora não te serve de nada, daqui a uns tempos vai olhar para trás e saberes quem és e o que conseguiste.

Tem paciência.

Um beijinhos grande. Desculpa a ausência, mas não tenho andado muito pelos blogs ultimamente. Só tenho dado um saltinho ou outro por aí, mas normalmente chego a casa e vou dormir! :D