quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Desabafos Felinos

Ter um animal de estimação tem sido uma experiência extremamente rica: não só tenho aprendido imenso sobre os animais em geral e os gatos em particular, como tenho a possibilidade de desenvolver a minha imaginação sobre o mundo dos gatos.

A Mel foi pela 4ª vez ao Veterinário, apanhar uma vacina. A viagem de carro foi, como sempre, um sofrimento para ela, com uma choradeira durante todo o caminho "Miauuu, miauuuu, mas para onde é que a doida da minha dona me está a levar?? Estava tão bem em casa, a correr pelo corredor fora! Miauuu, não quero!"
Chegadas à clínica, acalmou-se... temporariamente, com algum receio quando a pusémos na mesa de observações e se chegava para junto de mim: "Já que me trouxeste cá de novo, ao menos deixa-me ficar aqui encostada..."


Às tantas, enquanto o Sr. Dr. me explicava como é que lhe dava os laxativos por causa das eventuais bolas de pêlo, dei por ela a olhar atentamente para nós e muito sossegada: "Nem foi mau de todo, o fulano vestido de branco até nem me tratou mal e gosto da voz dele... dá-me sono...".
Mas a Mel não dormiu, até porque ainda havia mais uma viagenzita de carro e começou a "gatir" (usa-se ganir para os gatos também ou só para os cães??) assim que a pus no carro "Miaauuu, outra vez?? Mas esta gaja é parva ou quê?? Miauuuu".
Reparei que só recomeçou os "gatidos" quando entrei no carro, ou seja, estava mesmo a choramingar para chamar a atenção "Miauuuu, já te disse que não gosto desta caixa fechada com grades, muito menos de andar nesta máquina que faz barulho por todos os lados! Ainda por cima é só lombas durante o caminho, mas onde é que me vim meter? Miauuu"
Eu bem que tentava acalmá-la enquanto conduzia, a falar meiguinho..."É só um bocadinho Mel, já estamos a chegar, está quase", mas ela não gostou mesmo da viagem "És mesmo tótó, já te deixei aflita, não foi? Miauuu, despacha-te que quero ir para casa, Miauuu". Depois de tanta emoção, o descanso da felina é mais que merecido...dormiu que nem "uma bebé".
Interessante e bem mais simples que o nosso, o mundo dos gatos...

4 comentários:

Miss Alcor disse...

Coitadinha... Foi muita emoção para um dia só!!!
O meu gato não gostava nada de andar de carro, no início. Depois tivemos a ideia engraçada de o levarmos a casa da minha tia, que mora muito perto de mim. Havias de o ver, a espreitar para todo o lado, a ver as luzes da estrada a aparecer e desaparecer, eheh! Divertia-se imenso. Como a primeira vez que o levamos lá era inverno, deitou-se à frente do aquecedor (que sempre foi o sítio preferido dele aqui em casa!) e depois, quer fosse verão ou inverno ia deitar-se sempre no mesmo lugar. Os bichinhos são mesmo esgraçados!
;)

Cristina disse...

Nunca tive gatos nem era suposto ter tido um periquito, mas o coitado foi dado à minha mãe e lá tomamos conta dele. Lembro-me sempre do sofrimento dele sempre que tinha de entrar para a sua casinha e viajar connosco de férias. Coitado do bicho! Espero que a tua gata não fique tão agitada quanto o meu falecido Gastão (era o periquito).

Zaahirah disse...

=) Obrigada pela visita!! Também gostei do teu blog! Vou passando por cá! A tua bichana é linda!!

Bxana disse...

Comentário à ultima frase..."de longe...":D

A bxaninha é linda!!!!!!!

Miaus grandes!:)