domingo, 12 de agosto de 2007

Macaco de Metal ou Peluche?

Para não perder muito tempo, resolvi fazer a depilação no meu Health Club, já que ia ao ginásio, aproveitava a boleia. Já tiveram a sensação de que às vezes os sítios mais XPTOs são os piores nalgumas coisas? O "Wellness Center" tem condições excelentes, música ambiente, fui bem recebida, deram-me um roupão e uns chinelinhos para ficar mais confortável, tudo óptimo... até entrar no gabinete com a esteticista! Tinha um ar de snob profissional, nunca olhou para a minha cara, fez o estritamente necessário como profissional de estética (parecia que estava a grelhar um bife com ar de frete!) e só abriu a boca para dizer "ponha-se mais de lado", "dobre a perna", "pode virar" e "pronto, já está". Foi um espectáculo, talvez dê para antecipar como será daqui a uns anos, quando forem os robots a substituirem as esteticistas, mas mesmo assim, acho que um robot conseguia ser mais simpático!!

Esta experiência super hiper agradável fez-me lembrar a experiência na área da Psicologia comportamental que Harlow fez com as crias de macacos: colocou um macaquinho numa jaula com uma macaca feita de metal que tinha um sistema para dar leite e outra macaca que não dava alimento mas era de peluche. O macaquinho alimentava-se na macaca de metal, mas passava a vida ao pé da macaca de peluche e estabeleceu um vínculo com esta. Ou seja, procurava algum calor, afecto e protecção junto da macaca de peluche.


Não me queria sentir propriamente "protegida" durante uma simples depilação, mas o ser humano é, por natureza, um ser social e numa situação que proporciona alguma vulnerabilidade, gosto de me sentir minimamente à vontade. É pena que alguns profissionais que estão em contacto com as pessoas, por vezes (e alguns) não consigam estabelecer uma ligação empática e confortável para quem procura o serviço. Se calhar estou mal habituada com a minha esteticista habitual, que é simpática e atenciosa, que é o que contribui muito, para mim, para ser uma boa profissional. O resultado é simples: nunca mais volto a este sítio para uma depilação! Dahhh

8 comentários:

Miss Alcor disse...

Não há nada pior que a falta de profissionalismo e a antipatia. Ainda este fim-de-semana tive uma situação que nem lembra ao diabo! Tive de ligar à polícia para conseguir escrever uma queixa no livro de reclamações. E ainda fui insultada pelos donos, por fazê-lo!

Marco disse...

Uma das lacunas que há na nossa sociedade é a falta de bom senso. Não existiria nem livro de reclamações nem qualquer tipo de comentário mais forte se todos nós vivessemos num mundo mais lindo.
Para mim, o profissionalismo é a base de tudo mas a simpatia é fundamental para que o cliente se sinta comfortável. Para quem me conhece bem, sabe a que me refiro.

Bxana disse...

Bem, é que a "minha" esteticista fala pelos cotovelos, ao ponto de eu às vezes ficar incomodada!

Parece que nesta terra não há meios termos!:P

Mas realmente, se há coisa que me entristece é mesmo lidar com uma pessoa antipática... não havia necessidade, né?

Miaus grandes!!!;)

Nádiuska disse...

Suri, como a D.Almerinda nao ha igual!! Beijinhos

Benfiquista disse...

Gostei muito do Blog!

Beijos do Graça

Miuda Stressada disse...

pela dor que isso nos provoca acho que o minimo que merecemos � alguma simpatia....

Miuda Stressada disse...

Ola!

Tens um desafio no meu blog!

Vanity disse...

Que horror!Se isso tivesse sido comigo eu tinha-lhe dito poucas e boas... deixa lá, um dia ela há-de precisar de ti ;) e as chapadinhas de luva branca são as melhores!